Saiba o que é Big Data e veja como melhorar os resultados do seu negócio

o que é Big Data

A tecnologia democratizou a utilização de recursos inovadores antes explorados apenas por grandes empresas. Dentre as inúmeras inovações que passaram a ser adotadas também por pequenas e médias empresas está o Big Data. Mas você sabe o que é Big Data e como esse conceito pode ajudar a melhorar os resultados do seu negócio?

A análise de dados sempre fez parte da rotina dos negócios em diferentes segmentos. Por meio dessa análise se torna possível identificar desde a viabilidade do negócio até entender padrões de comportamento dos clientes para promover melhorias e tornar os serviços mais lucrativos.

Na era do Big Data, pequenas e médias empresas passaram a tomar decisões baseadas em dados obtidos de uma variedade de fontes de informações. Isso permitiu que qualquer um veja, explore e busque estabelecer estratégias para o seu negócio com base nessas informações.

Dessa forma, podemos considerar que o Big Data é a habilidade de capturar, armazenar e processar grandes quantidades de dados em busca de correlações que façam sentido para a estratégia do seu negócio. Segundo dados da IBM são criados 4,5 quintilhões de bytes de dados a partir de uma variedade de fontes de informação. A projeção é que, para os próximos anos, o Big Data continuará sendo uma forte tendência, gerando oportunidades em diferentes setores.

Por isso, é essencial explorar os benefícios de implementar o Big Data na estratégia do seu negócio. Você pode começar a reunir informações sobre sua empresa dando mais atenção aos comentários de clientes nas plataformas digitais.

Agora que você já sabe o que é o Big Data, veja como utilizá-lo para gerar insights valiosos

Na era do Big Data, a cada um ano e meio gera-se a mesma quantidade de dados já criados pela humanidade. Com tanto volume e acesso facilitado às informações sobre as ações diárias da sociedade, as recomendações de usuários nos sites de avaliações online se tornaram dados valiosos paras as empresas, que podem utilizá-los para conhecer melhor seus clientes, entender seu comportamento de compra e, até mesmo, fazer uma análise de concorrência por meio das avaliações online.

Essa nova realidade permitiu às pequenas e médias empresas coletarem essas informações para utilizá-las na tomada de decisões inteligentes com base nos dados mapeados. Para empresas nas quais uma mesma pessoa desempenha várias tarefas, é essencial que a análise de dados seja descomplicada para que se torne viável conciliar com as demais demandas do negócio.

O Big Data também pode ser considerado um excelente instrumento para promover ações para a satisfação e retenção de clientes. Com a expansão do uso da internet via dispositivos móveis e a popularização das redes sociais, observar e armazenar o comportamento de um consumidor no seu dia a dia se tornou mais prático.

Os “rastros” deixados pelos usuários ao acessarem o e-mail, interagirem nas redes sociais ou realizarem uma busca por um produto ou serviço na web, permitem que as empresas tenham à sua disposição informações valiosas que podem gerar insights. Por meio de ferramentas capazes de captar e analisar esses dados é possível conhecer melhor o perfil dos clientes e melhorar a experiência dos consumidores.

Utilize o Big Data para promover estratégias assertivas para o desenvolvimento do seu negócio

Independentemente do seu setor de atuação, ao conseguir conhecer e monitorar com frequência o perfil, os desejos, as necessidade e as reações do seu público-alvo, é possível traçar estratégias assertivas para o desenvolvimento do seu negócio.

Por exemplo, imagine que você é gerente de um hotel ou restaurante e percebeu que nos últimos meses o número de reclamações aumentou consideravelmente. Se você costuma realizar o gerenciamento das avaliações (reviews) de seus clientes em plataformas móveis, vai conseguir identificar quais os termos mais citados nos reviews, que podem ser, por exemplo, “atendimento”, “ambiente” e “tempo de espera”. Assim, com base nessas informações, você poderá promover ações estratégicas para o seu negócio de forma mais certeira, como desenvolver treinamento da equipe ou melhorar o ambiente do seu estabelecimento, entre outras.

Ou seja, o trabalho de inteligência de dados partirá dos “rastros” deixados pelos consumidores, como queixas registradas e notas das avaliações para elaborar estratégias a partir dessas análises. Esse é apenas um exemplo para ilustrar melhor como utilizar na prática o Big Data e os tipos de insights que podem ser gerados.

A transformação das mídias sociais em canais de experiência do consumidor possibilitou a ampliação do uso do Big Data nos mais variados segmentos. O que tornou ainda mais relevante aos estabelecimentos apostarem na gestão de reviews para reunir dados valiosos sobre o que seus clientes e possíveis clientes esperam do seu negócio.

Crédito da imagem: Freepik