Marketing de reputação

Marketing boca a boca descomplicado: coloque em prática já

By 11 de outubro de 2018 No Comments
Tempo de leitura estimado: 6 minutos
marketing boca a boca como fazer

Pesquisadores descobriram que um aumento de 10% no boca-a-boca (off e online) traduz em um crescimento de vendas entre 0,2 a 1,5%.

Isso porque  85% das pessoas confiam em avaliações online escritas por outros consumidores, tanto quanto confiam nas recomendações de contatos pessoais.

O marketing boca a boca é uma excelente estratégia de baixo custo e que pode proporcionar um  alto retorno, para você implementar em suas estratégias de marketing.

Por isso, preparamos um infográfico prático e divertido, que mostra como definir uma estratégia de marketing boca para a sua empresa.

Parece interessante? Então baixe o infográfico completo em alta resolução aqui ou veja a imagem abaixo.

marketing boca a boca descomplicado

E então, o que achou do post? Fala aqui nos comentários.

Esse conteúdo te ajudou? Então compartilhe ele e ajude outras pessoas também =)

» Clique Aqui para baixar uma versão em Alta Resolução desse infográfico «

Compartilhe esse infográfico no seu site:

[Texto do infográfico]

Marketing boca a boca é o processo de influenciar e encorajar as pessoas para que falem de seus produtos, serviços ou marca de uma maneira espontânea.

Para que isso ocorra é necessário:

  1. Oferecer uma experiência surpreendente o suficiente para gerar interesse de compartilhar
  2. Encorajar o processo de boca a boca.

 

Acontecem por dois meios: organicamente ou por campanhas de marketing:

  • Organicamente: acontece naturalmente, quando a pessoa tem uma excelente experiência com a marca e deseja compartilhar isso com amigos. Mas na grande maioria dos casos, uma excelente experiência não é o suficiente para gerar o boca a boca.
  • Campanhas de marketing: quando os profissionais da área desenvolvem campanhas para encorajar o boca a boca, além de oferecer algo de grande interesse que usuário deseje compartilhar.

 

Por que funciona tão bem?

Segundo a Nielsen¹, 92% das pessoas confiam muito mais nas recomendações de amigos e familiares do que qualquer tipo de anúncio pago.

Confiança é a palavra. Pessoas confiam em pessoas e não em anúncios. Se um amigo ou outro consumidor recomenda a marca, elas são mais propensas a comprar. Isso impacta diretamente na reputação online do negócio.

Além disso:

 

Benefícios do marketing boca a boca:

  • Aumento nas vendas sem gastar com anúncios: o boca boca se espalha rapidamente, atinge um grande número de pessoas em um curto intervalo de tempo.
  • Aumento de confiança: recomendações de outras pessoas são mais confiáveis que anúncios. Sua empresa está sendo recomendada no contexto mais confiável possível ー é uma grande prova social a seu favor.
  • Construção de lealdade e diminuição no CAC¹: de acordo com a National Law Review², pode custar cinco vezes mais para adquirir um novo cliente do que manter um atual. Uma boa estratégia de marketing boca a boca manterá os clientes voltando e também fará com que esses  indiquem para outros clientes em potencial.

 

Como criar uma estratégia de marketing boca a boca

3 componentes chaves para que funcione:

  1. Moeda social:  criar algo que gere interesse no consumidor
  2. Gatilhos mentais: para influenciar o boca a boca
  3. Gerar emoção: para encorajar a ação

 

  1. Moeda social: compartilhamos algo porque nos gera valor pessoal, que nos possibilita ser bem vistos em nosso círculo social. Por exemplo: conteúdos práticos como dicas e receitas ou notícias e novidades ー o tipo de conteúdo que nos faça parecer mais inteligentes, antenados, descolados ou mesmo divertidos.
  1. Gatilhos mentais: muitas vezes as ações que tomamos no dia a dia são influenciadas pelo ambiente ou contexto em que nos encontramos. A ideia é vincular o produto/serviço, em questão, à sugestões predominantes nesse ambiente ou contexto, criando assim um gatilho mental para lembrar de uma marca específica. Por exemplo, um supermercado fez o seguinte experimento: em determinados dias tocava música alemã, em outros música francesa para saber se isso influenciaria na escolha dos vinhos. Resultado: ao estimular os consumidores a pensar em diferentes países, em determinados dias mais vinhos franceses eram vendidos e em outros, mais vinhos de origem alemã eram os escolhidos.
  1. Gerar emoção: um dos motivos para que as coisas sejam compartilhadas é quando elas geram emoção, mas não pode ser qualquer emoção. Segundo o livro Contágio, precisam ser aquelas que geram excitação no indivíduo. No caso das emoções positivas temos assombro, animação e divertimento/humor. No caso das negativas: raiva e ansiedade.

Excitação: trata-se de um estado de ativação e prontidão para a ação. A excitação acende o fogo que impulsiona a ação.  

Quando nos sentimos animados queremos fazer alguma coisa, e não ficar parados. O mesmo é válido para o assombro, quando tomados por ele, não conseguimos deixar de querer contar para as pessoas o que aconteceu.

Já outras emoções têm efeito contrário, elas sufocam a ação. Veja a tristeza, seja lidando com uma separação difícil ou a morte de um animal de estimação, as pessoas tristes tendem a se desligar.

Como colocar em prática um plano de marketing boca a boca

Fazer ou criar algo único e memorável

  1. Investir numa excelente experiência para o cliente
  2. Gerar uma emoção excitante (que encoraja a ação)

Encorajar conteúdo gerado pelo cliente

  1. habilitar que você seja avaliado
  2. incentivar o recebimento de reviews
  3. Compartilhar esses reviews

Encorajar o compartilhamento

  1. Programa de indicações;
  2. Parceria com influenciadores;
  3. Gatilhos mentais: veja como pode aproveitar o ambiente/contexto a seu redor. Se as pessoas se lembrarem de você, elas continuarão falando sobre você.

 

Conclusão

O marketing boca a boca é uma maneira poderosa de divulgar sua mensagem. Uma estratégia certeira pode alavancar suas vendas como nunca antes visto, porém, é preciso estudo e planejamento.

Ainda estamos descobrindo como nossa mente funciona, então,  não é toda a estratégia que dará certo. Mas uma coisa é certa, não fique esperando que uma excelente experiência seja o suficiente para  gerar o boca a boca ー apesar de que às vezes isso acontece.

Ao desenvolver sua estratégia, coloque o seu cliente no centro. Apenas um envolvimento genuíno marca-cliente é capaz de transformar o consumidor em um defensor da marca.

E então, o que achou do post?  Fala aqui nos comentários.

Esse conteúdo te ajudou? Então compartilhe ele e ajude outras pessoas também =)